segunda-feira, setembro 24, 2007

SOLIDARIEDADE SEMPRE.

A Lucy tomou a iniciativa de falar, no seu post do dia 12/09, na esperança de ajudar no caso ANA VIRGÍNIA, eu tomei conhecimento nesses últimos dias e prometi fazer a minha parte.
Para quem não sabe, resumindo, o caso é o seguinte:
Ana Virgínia é uma brasileira que tinha por namorado um português, foi para Portugal, e lá ao ministrar um medicamento ao seu filhinho, medicamento este já conhecido dela, e receitado por médico brasileiro, a criança sofria de epilepsia, ele em uma crise, se engasgou com a medicação e veio a falecer.
Ana Virgínia foi presa, acusada da morte do filho, que teve o corpo trasladado para o Brasil, ela nem pode acompanhar o velório. Foi e tem sido torturada na prisão, perdeu os movimentos do braço, está perdendo parte da memória, e o namorado, claro, o cafajeste, sumiu, deixou a moça na boca do leão.
A família aqui no Brasil esta desesperada, sentindo-se com as mãos atadas.
Muitos amigos entraram nesta corrente de solidariedade, na intençao de reforçar os pedidos de ajuda.
Já foi sujerido um grande abaixo-assinado, e hoje já vi no post da Luci, que a irmã autoriza essa iniciativa, está melhor exolicado lá.
O Ronald, fez um post muito legal, inclusive com um email, que eu gostaria de divulgar, ele permitiu e o copio aqui:

Sexta-feira, 21 de Setembro de 2007

O CASO ANA VIRGINIA

Levo ao conhecimento de todos que, chateado com o que vem ocorrendo com a Ana Virgínia e atendendo ao apelo dos amigos(as) blogueiros no sentido de alguma ser feita em favor à ela, mostro abaixo o e-mail que envie nesta data ao Sr. Ministro Celso Amorim. Se seremos atendidos não posso dizer nada, mas pelo menos tentei. Quem não conhece a história visitem a Luci ou a Luma...

Exmo Sr
Celso Amorim
MD Ministro de Estado das Relações Exteriores


Prezado Senhor,


Em nome da comunidade de blogueiros que conhecem Ana Virgínia Moraes Sardinha, venho à sua presença solicitar de V.Sas. a interferência da embaixada brasileira em Portugal, no sentido de dar um fim à agonia que a referida cidadã está passando.

ANA VIRGINIA MORAES SARDINHA, brasileira, solteira, administradora de empresa, CPF sob nº 512468645-68, Rg sob nº 03715989-58, SSP/BA, residente e domiciliada na Cidade do Salvador,na Rua Sao Raimundo, 119, apt 1002, Bairro das Merces, que, desde o dia 05 do mes de julho do ano presente se encontra encarcerada no Estabelecimento Penal de Tires, sob nº,202, sob a acusacao de ter contribuido para a morte do filho menor de 06(seis ) anos, Leonardo Brittes Sardinha, cujo corpo foi trasladado para o Brasil e sepultado em Salvador- Bahia.

Consta, Sr Ministro, que a referida cidadã, além de ser acusada sem nenhuma prova concreta, sofre os mais diversos abusos possíveis, inclusive não permitindo que advogados da família legalmente nomeados, tenham acesso à ela.

Conforme relato de amigos meus do mundo virtual que a conhecem, dizem tratar-se de uma pessoa de índole inquestionável que não encontra agora, respaldo de nenhuma autoridade na solução de seu problema.

Assim sendo, rogo à Vossa Excelência que determine a busca de informações à respeito do aqui mencionado e, estando ela ainda em poder da polícia portuguesa, determine que todas as providências cabíveis sejam tomadas no sentido de que sua família a tenha ao seu lado.

Foz do Iguaçu - PR
Atenciosamente,


Ronald Albanez

10 comentários:

Luci Lacey disse...

Oi Aninha

Querida, obrigada pelo post, pela ajuda.

A situacao de saude de Ana Virginia e precaria, mas Deus trara ela de volta para a familia.

Beijinhos e boa semana

simone disse...

Que coisa triste para essa pobre mãe, ja não bastasse a dor da perda do filho ainda tudo isso.Como a justiça humana e mesmo radical e impropria as vezes. Estarei orando por ela.

Beijos Anna!

O Meu Jeito de Ser disse...

Luci meu bem, não tem nada que agradecer.
Acho que podemos ajudar de alguma forma, pelo menos com nossos postzinhos, denunciando.
Um beijo.

Simone:
Verdade é muita crueldade com um ser humano.
Não bastasse a dor dessa mãe.
Um beijo querida.

Claudio Costa disse...

Se há algo que possa fazer o mundo ser melhor é a SOLIDARIEDADE. Vencer o preconceito, vencer o egoísmo, vencer as pulsões negativas é tarefa árdua, que só os espíritos mais elevados conseguem desempenhar. Um abraço!

Mário disse...

Aninha, já tinha lido o post do Ronald e a Luma publicou tb sobre o assunto. Acho louvável a sua iniciativa tanto quanto a deles e da Lucy. Abraços.

quem tecla não chora disse...

Puxa Anna estou estarrecida com o ocorrido.Não me admira,infelizmente.Teve o caso de uma pessoa brasileira minha conhecida que ficou detida em Portugal ao entrar e foi mal tratada...agora este caso é bárbaro!
Essa iniciativa e até publicação dos posts ,em post português, seria se calhar uma forma de ajudar...

O Meu Jeito de Ser disse...

Cláudio, com toda razão, o que nos resta quando vemos tanto sofrimento a não ser sermos solidários e pedirmos proteção ao pai por que sofre?
Um beijo.

Mário querido, foi o que eu disse ao Cláudio, só resta pedirmos todos juntos para aliviar tanto sofrimento.

Vitória minha querida, é isso mesmo, o que todos querem é sensibilizar a mídia portuguesa e por conseguinte as autoridades, para que possam permitir a volta dessa pobre moça.
Um beijo.

Rosamaria disse...

Tô nessa, Anninha!

Bjs.

O Meu Jeito de Ser disse...

Obrigada Rosa, precisamos mesmo disso: União.
Um beijo

Maycon de Oliveira disse...

Olá Amigos, como vão?

Foi criado um site oficial com informações sobre o caso Ana Virginia Sardinha, vocês poderão acessar e conferir algumas informações que serão constantemente atualizadas, afim de que o governo brasileiro leve o caso com mais seriedade.

www.anavirginiasardinha.com.br