quarta-feira, novembro 29, 2006

EXPLORAÇÃO INFANTIL!

Esta foto não representa propriamente uma exploração infantil.
É a foto do xodózinho da vovó, tirada no final do ano passado aqui em casa, em que ele queria ajudar o vovô, estava trabalhando de servente de pedreiro.
Mas o asunto é bastante sério, a exploração infantil continua existindo, embora com o passar do tempo, as pessoas tornam-se mais esclarecidas.
A televisão está aí prá isso, fala-se no assunto todos os dias.
Dia desses o Ery Roberto fez um texto muito bom, que foi publicado lá no Livros & Afins, falando sobre a exploração infantil, principalmente a exploração de crianças, que por vaidade dos pais, tornam-se pequenos atores.
Não se têm o mínimo de cuidado com essas crianças, colocam-nos, em meio à uma parafernália de atritos familiares, que nem fazem parte de seu cotidiano. Fato claríssimo, como o que está ocorrendo com o menino que trabalha ao lado de Lília Cabral e Marcos Caruso, em "Páginas da Vida", novela exibida em horário nobre pela poderosa Rede Globo.
Mas também não podemos esquecer de analisar o outro lado, sabemos que há muitas crianças que trabalham por necessidade, que a sua pequena colaboração é imprescindível.
Vejam, aqui próximo de minha casa, tem um pequeno mercado, que "emprega" alguns menores, por meio período, eles estudam, mas no tempo vago, estão lá, fazendo pacotes, embalando as sua compras.
Voces podem me perguntar, mas essas crianças não brincam? E eu respondo, criança sempre arruma uma maneira de brincar, e devolvo uma outra pergunta: Dá prá brincar com fome?, com vontade de comer uma bolacha recheada, e não ter? Comer um salgadinho, que é uma porcaria, mas criança gosta?
Pois é, lá no mercado, eles não têm salário não, ganham apenas aquela moedinhas que damos, como agrado, pela boa vontade da criança. E, por acreditarmos estar incentivando ao trabalho, e não à maladrangem, à vadiagem. Sim, porque também conheço crianças, que com a mesma idade desses pequenos trabalhadores, já estão partindo para o mundo do crime. Sózinhos em casa, os pais trabalhando, e eles partem para o lado "mais" fácil.
Não quero aqui falar em culpa, ou jogar o problema nas costas de ninguém, muito menos acusar governantes ou políticos que sabidamente não cuidam nem de suas próprias vidas, apenas dar a minha opinião.
Criança precisa estudar, precisa brincar, ter amor, mas pode sim trabalhar, ganhar seu próprio dinheirinho, porque essas crianças que citei aqui, não têm nem o mínimo que nossos filhos têm. E, nesses casos, trabalho não faz mal à ninguém, o que faz mal, são alguns pais, que "usam" seus filhos para o seu "bel prazer".
Posted by Picasa

9 comentários:

Márcia(clarinha) disse...

Exploração é quando a criança tem uma carga horária de trabalho que a impede de estudar e brincar.
Muitas,como vc falou, necessitam de uns trocadinhos para ajudar no orçamento doméstico,os maiores exploradores são os responsáveis que tiram partido disso para conseguir "algum".
Assunto complicado e solução difícil :(
lindo dia Aninha querida,
beijossssssssss

Verinha disse...

Querida Ana,

Tudo bem com você, minha flor?
Eu estou bem, com muitas saudades de você.
Em primeiro lugar, quero te agradecer por todas as palavras carinhosas que você deixou paa mim.
Eu estava rindo...do trabalho escravo de servente de pedreiro...hehehe
Eu sei...o assunto é muito sério e eu vou voltar para deixar um comentário maior porque eu quero ler os outros posts.
Querida Ana, eu vou precisar me ausentar por um tempo pois eu vou começar um tratamento a partir de quinta-feira.
Depois eu te envio um email, explicando melhor, ok?
Reze por mim.
Minha flor, que o teu dia tenha muita paz...muita luz!
Fique com Deus!
Um abraço carinhoso, de quem te quer tanto bem,
Verinha
P.S. - Um beijinho para o teu neto lindo e trabalhador....hehehe

Luz disse...

Abominável é quando a Nike e a Adidas explorarem as crianças da Malásia e outros países, enchendo seus cofres de dinheiro à custa do trabalho infantil… isso é nojento, penso que essas grandes empresas deveriam ajudar os pobres, com comida e outros bens necessários.
Estou plenamente de acordo com a Ana, eu também eduquei meus filhos a participarem em tarefas várias, e eles sempre ficavam agradecidos. Todos eles, a partir dos 16 anos, começaram a trabalhar, durante as férias de verão, para fazerem um dinheirinho bom e comprarem o que eles queriam.
Hoje, eles falam sobre o assunto, e elogiam a educação que tiveram. Sabem fazer um pouco de tudo e não têm medo do trabalho.
Todos estudaram, e foram até onde quiseram ir. Nesta altura tenho o mais novo na universidade

Ana, Beijinhos

O Meu Jeito de Ser disse...

Acho isso também Marcinha, a exploração está sempre escondida atrás de interesses escusos de adultos, que não quer se expor, mostrar sua cara.
Sem contar que isso ocorre em qualquer segmento, não é só pobre que o faz não.
Um beijo

O Meu Jeito de Ser disse...

Verinha querida, cuide bem dessa saúde, estamos todos em oração por vc.
Beijos

O Meu Jeito de Ser disse...

Luz querida, esse é o ponto.
Ensinamos nossos filhos, que a vida não nos dá nada de graça, temos que lutar por ela, e não é errado o que fizemos de começar cedo não, começa-se aí a tomar gosto pelo trabalho, e o que ele nos proporciona.
Quem trabalha, pode satisfazer muitos de seus desejos.
Mas em nenhum momento, usamos nossos filhos para satifazer nosso ego, jamais os usamos para nos exibirmos.
Um beijo

Lúcia disse...

Olha! Crianças tem que ser criança. Brincar, correr, se divertir em parques e circos, estudar e ter carinho dos adultos. Criança não tem que trabalhar pra sustentar a família de forma alguma. Criança tem que ser respeitada, tem que saúde e uma boa alimentação. Mas quem pensa assim? Somente você, eu e mais umas "meia-dúzia" de pessoas. Porque alguns pais e políticos, principalmente o Presidente, não estão nem ai pra ninguém. Então só nos resta da a devida importância para aos nossos filhos, netos, sobrinhos, enfim... Gostei muito do seu post. Temos que divulgar as nossas opiniões, quem sabe alguém toma uma atitude pra tirar as crianças da rua, das favelas, do mundo do crime e dessa exploração do menor em trabalho. Falei muito, risos... Desculpe-me pelo desabafo. - Amiga, muito obrigada por ter ido ao meu niver. Um beijo e fique com Deus.

Gisele disse...

Anninha querida, estou de acordo com a Marcia, que alguns pode ajudar no orçamento em casa, aliás no Brasil, grande parte da populaçao nao sobrevive com o "bom salário minímo", quando se trata de crianças com uma idade inferior aos 12 anos é inaceitável o trabalho, principalmente estes actores de novelas, comerciais, e outros que os pais fazem com que os filhos trabalhem, tudo isso por um orgulho e os filhos já sendo forçados a fazer algo que nem tem idéia.
NUM SEI SE VC ME ENTEDEU...RSRSRS
UM OTIMO FINDI PA TI. E bjos MUY CARIÑOSOS no teu LINDO CORAÇAO.

Elizabeth disse...

O Valter, quanto foi que o Erickinho cobrou para te ajudar, pelo menos uns 100 reais? qaul o salário de um ajudante de pedreiro???
Aninha,
Sem brincadeira, que foto ótima a do Erick trabalhando, da vontade de dar uns bons beijinhos nele.
Aqui em casa a Lotta só faz algo sem ninguem pedir ou mandar se estiver querendo grana ou então quando ameaco jogar tudo fora e deixar somente a cama no quarto.
Concordo com voce e a Marcia, sempre ajudei em casa e nunca morri, meus filhos sabem fazer tudo sozinhos por terem sempre me ajudado o problema é a Lotta (filha unica de pai e temporão...)
Beijos
No próximo final de semana estarei de folga e ligo para fofocarmos.