quarta-feira, setembro 13, 2006

FELIZ ANIVERSÁRIO!

Hoje estou assim: “Choca”.
Claro, todos os anos me sinto assim.
Hoje meu filho faz 29 anos. Há 29 anos, me sinto uma mulher realizada.
Aliás, foi ele, o Pablo, que realizou meu sonho maior de mulher, o sonho de ser mãe.
Todos os anos o filme volta à cabeça, e é como se tivesse acontecendo hoje.
Éramos jovens, eu e o Valter, mas desejamos muito esse filho. Aí, claro, foi os nove meses mais longos de nossa vida.
Enfim, ele chegou, forte. Nasceu com 3,700kg, e com 52cm. Para uma mãezinha, que media apenas 1,50cm, e antes de engravidar, pesava 39kg, nasceu forte.
Bom a alegria foi total. O Valter bem molecão curtiu como um moleque mesmo.
Tem um amigo, Wilson Falchi, que na época estava bem próximo, e curtiu também a chegada do bebê. Ele era o melhor amigo do Valter, e estava solteiro ainda. Portanto o Pablo foi o bebê de todos.
Nos dois primeiros anos, até a chegada do Tiago, ele foi meu companheirinho, o Valter ia trabalhar, e ficávamos os dois. Fui aprendendo com ele a ser mãe, a educar, a ter tolerância algumas vezes, outras pensando em educar, me zangava, me irritava mesmo, dava-lhe umas palmadas, e claro, muitas vezes errei, querendo acertar.
Aos cinco anos apareceu uma bronquite, que nunca mais o deixou, é companheira até hoje. E por conta dessa doença, muitas vezes eu e o Valter, tivemos que amanhecer ao seu lado na cama, com medo que morrese sem respiração.
Quantas vezes, saímos na madrugada, carregando-o nas costas, para levá-lo à um pronto-socorro atrás de inalação, ele já estava maior que o meu corpo podia agüentar, mas Deus dá forças, e eu o carregava, com as pernas lá embaixo batendo nas minhas canelas, mas o levava, afinal ele não conseguia andar, por conta da falta de ar.
Bom tudo isso são lembranças, que gosto de tê-las, mas o importante de tudo isso, é dizer que o amo, que tudo isso que fiz, faria de novo.
Porque, meu filho, o seu sorriso me faz sorrir, a sua alegria, me faz feliz. Ainda hoje, queria ser um parapeito, para protegê-lo de todas as dores, de tudo de ruim que o mundo possa lhe oferecer.
Sei que não posso. Mas quando te vejo triste, é o meu coração que dói, uma dor que analgésico nenhum cura. E vai ser sempre assim.
Pablo meu filho, seja muito feliz, que Deus abençoe todos os dias da sua vida, que você sorria muito, que tenha saúde, paz, dinheiro, e especialmente muito amor.
Já te disse isso, mas vou repetir, não te coloquei no mundo para sofrer, mas sim para ser um vencedor. E você há de ser.
PARABÉNS! SEJA FELIZ!
Um beijo do pai, do Guinho, da Mila, do Erickinho, e principalmente da sua mãe, que te ama sem ressalvas.
Esta foto mostra bem o meu estado de espírito, a expressão de felicidade, de mamãe de primeira viagem, com seu bebê de dois meses.
 Posted by Picasa

8 comentários:

valter ferraz disse...

viajou, hein Dona Véia!

Márcia disse...

PARABÉNS Pablo!!
Parabéns querida Aninha que com essas lindas e sensíveis palavras me emocionou..
Que Deus os iluminem e os façam muito felizes.
Linda declaração de amor, linda!!
belo dia flor
beijossssssss

Preta disse...

Aninha,
Parabens atrasados para o Pablo,emitas felicidades para voces todos. Gosto quando voce escreve que fez filho vencedor. Eu aqui costumo dizer que não pus filho no mundo para sofrer e sim para ser feliz e funciona.

Olha se tivesse feira por aqui estaria lá todas as semanas sem perder uma pois adoro um legume e verdura, sem contar nas flores e frutas fresquinhas, mas supermercado só vou quando preciso e só trago besteiras que não estavam na lista, para o melhor da nossa economia é melhor que o marido tome conta desta tarefa.
Beijos

Nova Cozinha disse...

Viagens no tempo são ótima, eu diria até, maravilhosas...
Parabens ao filhote que cresceu bem...
beijinhos,
Francy

O Meu Jeito de Ser disse...

Adoramos fazer isso né amor, viajar.
Beijos

O Meu Jeito de Ser disse...

Márcia querida, obrigada, falar de filho, de amor aos filhos é fácil né? Ele transborda, cai pelo queixo a fora.
Beijos

O Meu Jeito de Ser disse...

Bete obrigada amiga, se filho está bem, nós estamos ótimos né?
Só queremos ver o sorriso deles.
Sabe que além dessas feiras, agora estamos comendo verduras fresquinhas, sem agrotóxicos, da nossa horta.
Qualquer dia desses, vou publicar uma foto, antes que a alface acabe.
Beijos

O Meu Jeito de Ser disse...

Francy, obrigada, hoje vc veio, com sua nova cozinha, já estive lá, e falei para o Valter, ele adora ver comidas diferentes.
Tem um post muito legal no livros viu, para rir mesmo.
Beijos