segunda-feira, dezembro 04, 2006

PARECE QUE FOI ONTEM!

O dia 4 de dezembro de 1976, nós escolhemos para dizer o "sim".
Escolhemos para nos unir, com o sonho de que isso durasse para vida toda.
Não sabemos o que nos aguarda nos próximos anos, sabemos é que conseguimos driblar tudo o que nos foi apresentado nesses trinta anos.
Nos casamos na minha cidade no interior de S Paulo, Álvares Machado, região de Pres. Prudente, fazia um calor de quase 40 graus, eu já acostumada com o clima, mas o Valter suava em bicas.
Éramos jovens, eu ia fazer 22 anos, o bem ia fazer 21.
Mas sabíamos o que queríamos, era ficar juntos.
Nesses trinta anos, ao contrário do que normalmente dizem as pessoas, que o tempo castiga, eu digo que ele foi generoso comigo. Envelhecí o que era para envelhecer, mas isto não me machuca em nada, adquiri maturidade e sabedoria. Olho hoje no espelho e vejo as marcas do tempo, principalmente olhando para esta foto aí, mas acho que tudo aconteceu como tinha que acontecer. Hoje com quase 52 anos, tenho saúde, muita disposição, muita alegria, e felicidade para dar e vender.
Tenho uma família que eu adoro, um marido companheiro, o que na verdade era o meu maior sonho, um companheiro em todos os sentidos.
Claro, que como todo mundo tivemos nossos momentos de pensar, que tudo estava no fim, momentos de adaptação, que não é fácil, mas tudo isso foi contribuindo para chegar o momento de sentirmos que precisamos um da companhia do outro.
A resposta à célebre pergunta: Começaria tudo de novo, melhoraria em algumas coisas que nos causou alguma dor, mas o saldo, definitivamente foi positivo.
E, trinta anos depois, posso dizer, sem medo de errar:
VALTER, EU TE AMO!
 Posted by Picasa

4 comentários:

Elizabeth disse...

Que maravilha Aninha e Valter,
Quando dei com a foto foi como ver a foto do Pablo.
Parabens para os dois e que Deus os conceda muitos anos mais juntinhos curtindo um ao outro.
Beijocas querida.

Luz disse...

Aninha, você será bela até morrer, (sim, um dia, a gente terá que ir para outras bandas, sabemos disso, não há que ter medo das palavras)

Mal vi a foto, deu-me logo vontade de vos pintar, nossa como vocês são lindos! As mãozinhas entrelaçadas… deixam-me adivinhar, foi assim durante toda a cerimónia, né?
Claro, é como a Ana diz, a vida por vezes também tem sabor amargo, e quando sabemos ultrapassar, tudo fica mais saboroso.
Ai, e os filhos… os nossos maiores sonhos, Deus como eles crescem rápido!
Depois vêm os netinhos e nos apercebemos que de facto A VIDA É BELA… e tudo valeu a pena, as lágrimas, os risos, os quilos a mais, as rugas, as “lutas”, as glórias. Principalmente a amizade e o bem-estar com o Nosso Mais que Tudo, que se chame de “Bem” ou de “Amor”…

Muitos Anos de Felicidade, e se possível… se encontrarem no Além…

Beijinhos Amigos

O Meu Jeito de Ser disse...

Obrigada Beth.
Realmente o Pablo é muito parecido com o pai.
Éassim, eu sou voce amanhã.
Beijos

O Meu Jeito de Ser disse...

Luz querida, vc sempre gentil.
Agora vou te responder, foi assim durante a cerimônia, e tem sido assim até hoje.
Eu costumo dizer ao Valter, que grudei, e n]ão será fácil se livrar de mim.
Um beijo Luz.